segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Participação no concurso "Águas para Sempre" da companhia "Águas de Joinville" - Parte 4

Passeio ao Rio onde deságua o rio Iririú-Mirim


      No dia 21 de junho realizamos um passeio ao Rio do Ferro, onde deságua o rio Iririú-Mirim. Durante o trajeto, as crianças perceberam a mudança da coloração da água do rio devido a sujeira e a poluição em suas águas e encostas. Ao chegarmos no ponto onde os rios se encontram, as crianças perceberam a poluição das águas, o Vitor comentou: “O nosso rio não é tão sujo assim”, pois na visita que fizemos ao rio no ponto próximo ao CEI, ele observou que a água não era tão suja.

      O manguezal chamou a atenção da turma, a Ana Júlia Teixeira reparou na terra preta e perguntou: “A Terra é desta cor devido a sujeira do rio”? Explicamos que a terra é desta cor por ser úmida e da região de mangue, as crianças perceberam também alguns animais que ali vivem, perguntando como eles conseguem viver e se alimentar num rio sujo, que é o caso do caranguejo, comentamos que os caranguejos se alimentam de alimentos que estão em decomposição.

      As crianças estavam ansiosas para saber se existem peixes vivos naquela região, observando o rio para ver se localizavam algum peixe.







Passeata de conscientização da preservação do rio Iririú-mirim



      No dia 13 de julho foi organizada uma passeata com as crianças das turmas do Primeiro e Segundo Período Integral do CEI Castelo Branco, a fim de conscientizar os moradores da região por onde passa o rio Iririú-Mirim para a importância da sua preservação. As crianças confeccionaram panfletos e um cartaz pedindo o cuidado e o respeito com o rio. Durante o trajeto foram distribuídos panfletos para os moradores, nos quais as crianças pediam para cuidar do Iririú-mirim. No término da passeata, fixamos uma placa próxima a ponte do rio, selando o compromisso da turma com o seu cuidado e preservação.












      As crianças adoraram a passeata, todos queriam entregar os panfletos ao mesmo tempo, tendo consciência que esta ação é um benefício para a preservação do rio, pois comentavam durante o trajeto que eles queriam ver o rio sem lixo e, principalmente, sem ver o esgoto ser descartado em suas águas, como observado no primeiro passeio que fizemos a este local.

      Sabemos que a limpeza do rio com relação ao tratamento do lixo e do esgoto não será feita de um dia para o outro, mas lançamos a semente para os moradores da região se conscientizarem e lutarem por um rio limpo, para quem sabe no futuro voltar a ser morada de muitos peixes e plantas aquáticas.

      Também queremos deixar registrado o desrespeito das pessoas perante as ações de conscientização realizadas pelas crianças do I Período Integral, pois a placa foi fixada próxima ao rio na sexta-feira dia 13 de julho, porém na segunda feira, dia 16, a placa não se encontrava mais no local, o que infelizmente sugere que ainda serão necessárias muitas ações de conscientização para a mudança de atitudes das pessoas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário