terça-feira, 18 de setembro de 2012

Projeto: Brincando e conhecendo o corpo humano - II Período Integral - Parte 1

      Através de uma roda de conversa com o professor de educação física, surgiram diversos questionamentos das crianças sobre o seu corpo e dos colegas. Como o assunto despertou a atenção e curiosidade da turma, resolvemos abordar em roda de conversa se todos concordariam em conhecermos mais sobre esse assunto. Com a afirmativa do grupo iniciamos nossas pesquisas.

      SITUAÇÃO PROBLEMA: As crianças ficaram entusiasmadas e interessadas em compreender melhor porque existem partes mais duras no nosso corpo, além de outras dúvidas que surgiram e comentários:
      - Se cortar o umbigo sai todo o sangue e vai morrer?
      - Porque tem um buraco na nossa barriga?
      - Na testa não tem sangue?
      - O que tem debaixo do sovaco?
      - O que tem dentro do nosso nariz, nossos olhos?
      - Porque têm as doenças do sangue, quais?
      - Porque tem pessoas que não andam, não falam? O que acontece com o corpo dessas pessoas?
      - Sobre a nossa voz, nossa memória, sobre as cartilagens.
      - Se o coração é duro...
      Pretendemos no decorrer do projeto ampliar o conhecimento sobre estas questões e outras que surgirem. 

Iniciando o projeto

      A proposta de trabalharmos este tema “Brincando e conhecendo o corpo humano” com as crianças surgiu numa roda de conversa com o professor de educação física. As crianças ficaram empolgadas enquanto ele explicava os benefícios das atividades realizadas para o corpo, surgindo muitos questionamentos. Aproveitando este interesse resolvemos propor na roda se eles gostariam de conhecer mais sobre o corpo humano realizando diferenciadas atividades no decorrer do ano, sendo que a proposta foi aceita prontamente pelas crianças.

      Questionamos o grupo sobre o que eles já aprenderam sobre o corpo humano:
      Karolina: “Tem osso”!
      Rafael: “Tem esqueleto”!
      Nikolas Dias: “Tem cartilagem”!
      Milena: “tem osso no nariz”!
      Nycolas S: “Nós somos carnívoros”!
      Rafael: “tem veia”!
      Karolina: “Tem sangue na pele, baguinha no olho e osso no ouvido”!

      Após anotarmos as respostas do grupo, questionamos novamente o que querem aprender durante a execução do projeto e novas perguntas surgiram:
      Kauan: “pra que serve o buraco do umbigo”?
      Karolina: “quero sabe sobre dentadura e sangue”.
      Nycolas Samuel: “tem uma doença no sangue, é diabete”! 
      Nikolas Dias: “quero sabe dos canos que passa pelo corpo”!
      Andrey: “tem animal sem esqueleto? E porque cresce cabelo na cabeça”?
      Nikolas Dias: “quero sabe da nossa voz”!
      Nycolas Samuel: “quero sabe sobre memória, cérebro”!
      Após registrarmos tudo observamos que as crianças estão bastante ansiosas em iniciar a busca pelas respostas junto com as professoras.

Aula de educação física, ocasião em que se originaram os questionamentos sobre o “umbigo”.
 
As crianças mostrando seus umbigos para esclarecermos algumas dúvidas e diferenças.

Aline: “o meu tem buraquinho”!

Ana Cristina comentou sorrindo: “O meu sentada nem vejo o buraquinho”.

Registrando o corpo humano 

      As professoras trouxeram para sala um cartaz sobre o esqueleto humano para que as crianças observassem a sua constituição. Ficaram bastante interessados, olharam, tocaram, exploraram e fizeram seus comentários.
      Em seguida, solicitamos que registrassem no papel seus conhecimentos sobre o corpo humano. 

      O que a turma aprendeu:
      Com esta proposta, as crianças aprenderam que temos muitos ossos no nosso corpo. O Andrey expressou-se: "Profe, eu sei como encontra o esqueleto, é no 'caxão', depois que morre a pessoa 'soa' e fica só o esqueleto". Davi também comentou: "sabia que o osso é duro"?









 

Nenhum comentário:

Postar um comentário