quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Coletando informações...

   Realizamos uma roda de conversa, propondo a participação da turma no Concurso Teatral “Água para Sempre” da Companhia Águas de Joinville. Após a aceitação das crianças, foi lançado o tema do concurso: “Água no País da Copa” e feito um levantamento prévio sobre o conhecimento das crianças referente ao assunto.  
   
   Neste levantamento prévio as crianças disseram que:
 
“A água é uma coisa que toma” (Kezya).
“A água pinga” (Gabriel).
“A água serve para lavar a louça” (Kezya).
“Para lavar as mãos” (Pollyana).
“Para escovar os dentes” (Kezya).
“Tomar banho” (Ana Júlia Pimentel).
“A água serve para temperar comida” (Gabriel).
“Minha mãe faz miojo com a água” (Giovanna).
“A máquina lava a roupa com a água” (Gabriel).
“A água que a gente toma sai pelo xixi” (Guilherme).
  
   Em seguida, foi questionado de onde vem à água que utilizamos para fazer estas ações e as crianças responderam:
 
“Ela vem da cachoeira” (Sophia).
“A água vem do céu quando fica preto” (Kezya).
“A água vem da chuva” (Gabriel).
“A água fica embaixo da casa e sai pela torneira e pelo vaso que leva o cocô embora” (Kezya).
“A água vem do rio” (Willian).
  
   A professora perguntou se alguém sabia de um lugar onde se encontra muita água, mas não se pode tomar, pois tem gosto de sal. As crianças responderam a água da praia, pois ela é salgada.
   Dando continuidade, foi explicado sobre a Copa do Mundo, que é um campeonato de futebol envolvendo seleções do mundo inteiro, que é realizado de quatro em quatro anos, cada vez em um país diferente e que no próximo ano este campeonato será realizado em nosso país.
   Foi realizada também uma pesquisa com as famílias, perguntando de onde provém a água de suas residências, quais os processos responsáveis pelo seu tratamento, além de informar o nome dos rios responsáveis pelo abastecimento de água de nossa cidade. De todos os questionários entregues para as famílias, 85% retornaram para a sala respondidos, sendo que 100% das famílias responderam que a água que consomem em suas residências vem dos rios de Joinville.
   Outra resposta unânime foi que a água passa por um processo de purificação nas estações de tratamento de água, indo para reservatórios e após sendo distribuída pelos encanamentos até chegar nas torneiras de suas residências.
    A questão referente aos rios responsáveis pelo abastecimento de água de nossa cidade, 80,5% das famílias citaram que os rios Cubatão e Piraí são responsáveis pelo abastecimento, 6,5% citaram o rio Engenho, outros 6,5% o rio Quiriri e 6,5% não souberam responder a esta questão.
 
Leitura da Pesquisa com as famílias

 
   Após a leitura da pesquisa foi proposto passeios de observação nas vizinhanças do CEI e dentro da unidade para verificar os locais onde se encontra a água e para que é utilizada, ampliando assim o conhecimento das crianças referente “A Diversidade da água”. Conforme elas avistavam alguma ação envolvendo a água,  observávamos se havia ou não desperdício deste recurso natural.
 


 
 

Observando a água e a sua utilização nos arredores da Instituição.



O uso da água em uma construção
 
O rio próximo ao CEI
 


 
A água utilizada para os passarinhos beberem
 Após os passeios, as crianças registraram suas observações através de rodas de conversas, cartazes e desenhos.
   Em um desses momentos as crianças desenharam:
  • Willian desenhou a chuva caindo do céu no parque.
  • Maiane desenhou a chuva.
  • Gabriel desenhou a água saindo da torneira.
  • Sophia desenhou um rio.
  • Ana Júlia Reges desenhou a chuva.
  • Kezya desenhou uma piscina com água suja.
  • Guilherme desenhou uma piscina.
  • Gustavo desenhou a “praia” (rio).
  • Cálita desenhou a água nas pedras.
  • Josué desenhou sua mãe lavando a louça.
  • Maria Helena desenhou a pia para lavar as mãos.
 

 
Registro das observações das crianças sobre os passeios de observação.
  
   Nos cartazes foram citados:
   Para que serve a água?
- Tomar banho (Josué e Matheus).
- Beber (Gabriel).
- Lavar as mãos (Giovanna).
- Lavar as panelas (Guilherme).
- Sair da torneira (Cálita).
- Lavar a boca (Sophia).
- Lavar a roupa (Kezya).
- Molhar o pano (Pollyana).
- Fazer comida (Ana Júlia Pimentel).
- Lavar o carro e encher a piscina (Mariana).
 De onde vem a água?
- Torneira (Ana Júlia Pimentel).
- Cachoeira (Gabriel).
- Cano (Gabriel).
- Caixa da água (Kezya).
- Chuva (Giovanna).
- Rio, mas a água “tá” suja (Kezya).
 O que vocês querem saber?
- Como a água vai para as casas?
- Como a chuva auxilia no abastecimento?
- Como a água é limpa? (Kezya).
- Como a água entra no cano? (Gabriel).
    Após este levantamento prévio foi mostrado o folder de uma criança brincando com a água com um poema de Terezinha Maria Moreira, poeta brasileira, chamado “A Água, do livro “A Você” (Editora do Autor) que dizia assim:
 
“A água é bela,
A água é benção,
A água é vida…
Ela própria é o sustento
E fornece alimento.
Água bendita”.
 
   Foi proposto então para as crianças, a criação de um poema sobre a água, sendo que este ficou assim:
 
“Água para tomar,
Água para beber,
Água vem da chuva,
Água limpa,
Às vezes é só branca,
Às vezes é só preta,
Tem na casa, na torneira,
No rio, na praia e na cachoeira.
Tudo isso é a água que a gente vê”.
 (Crianças da turma do Maternal II).
 
   Durante estas atividades, percebemos o envolvimento e curiosidade das crianças em aprender de onde provém a água que utilizamos no nosso dia-a-dia, conforme realizávamos as propostas, as crianças apontavam questões que serão trabalhadas nas próximas postagens. 

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário