quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Conhecendo as proporções de água no planeta Terra

   Após feito o levantamento prévio com as crianças e familiares sobre a origem da água, foi realizada uma roda de conversa com a proposta de representar a quantidade de água existente em nosso planeta, foi utilizado um balão de cor azul que, durante a conversa, era pintado de laranja, representando os continentes e as geleiras do Antártico e Ártico. Quando todo o balão estava pintado, as crianças puderam perceber que em nosso planeta existe mais água do que terra (solo) cerca de 70%, sendo que 97% é de água salgada, 2,3% são geleiras e  calotas polares e apenas 0,7% é própria para o consumo. Para representar a quantidade de água potável, cada criança recebeu um balão e molhou a sua ponta na tinta, conforme carimbavam era comentado  que apenas aquela marca  era a quantidade de água própria para consumo e o restante do balão era a quantidade de água salgada, calotas e geleiras polares.
 



 
 
   Alguns comentários:
* Maiane, ao ver a marca no balão, disse: “só isso de água que nós podemos tomar”?
* Gabriel, ao escutar a fala da amiga, respondeu: “por isso que nós temos que economizar água”.
* Sophia: “Se não economizar a água ela irá faltar”.
 







 
   Quando as marcas de tinta já estavam secas, as crianças brincaram com o balão no solário e no final do dia, mostravam para os familiares que vinham  buscá-los a quantidade de água disponível para consumir, levando então o balão para casa para  mostrar e comentar sobre esta atividade para os demais familiares.


 
   Para responder ao principal questionamento da turma feito na postagem anterior que é “De onde vem a água que tomamos?”, foi apresentado o vídeo  “A Turma da Clarinha e o Ciclo da Água”, que mostra o ciclo da água, desde as nuvens até a distribuição ao consumidor. Em seguida, foi realizada uma roda de conversa: 
 
 
 
 
    Maiane perguntou “o que é ECA”?
   Foi explicado que é ETA (Estação de tratamento de água), que  é um local em que se realiza a purificação da água captada para torná-la própria para o consumo e assim utilizá-la para abastecer nossa cidade. A captação da água bruta é feita em rios, lembrando que a empresa responsável por esse tratamento em nossa cidade é a Companhia Águas de Joinville, que realiza a captação da água dos rios Cubatão e Piraí, passando por suas estações de tratamento até chegar em nossas torneiras.
   Guilherme disse: “a água que a gente toma é a gotinha da chuva, ela vai para a terra e depois vai para o rio”.
   Kezya comentou: “primeiro a água cai em forma de chuva, aí ela vai para o rio e depois sai no chuveiro. Eu gostei que a mãe da menina pediu para a água tirar a menina do banho” quando perguntado porque, ela respondeu: “Para não faltar água”.
   Gabriel perguntou:  ”os peixes também vão para as piscinas (tanques da estação de tratamento)”? Foi respondido que não, pois no início da captação há peneiras que impedem os animais marinhos de entrarem.
   Sophia percebeu que tinha uma mulher gastando a água para lavar a calçada e disse: “Não pode gastar a água”.
   Outra situação que chamou a atenção foi o lixo descartado na rua, pois quando chove, leva o lixo para as bocas de lobo, despejando uma boa parte nos rios e entupindo-as promovendo alagamentos.
   As crianças também perceberam que a água  que utilizamos também  vai para o sistema de esgoto juntamente com o cocô e xixi, indo para a estação de tratamento de esgoto, realizando um trabalho com bactérias, deixando-a com um índice de poluição baixo conforme a legislação vigente para o meio ambiente. “Por isso que se deve fechar as torneiras nas escovações e lavação das mãos, pois a quantidade de água tratada que não é utilizada e vai para o sistema de esgoto é muito grande” comentou a professora.
   Maiane ao escutar isso disse surpresa: “a água que a gente lava a mão vai junto com o cocô”!
   A professora respondeu que sim, pois toda a água que entra pelo ralo é considerada água suja, precisando ir para a estação de tratamento de esgoto para passar por um processo  e ser escoada no rio novamente, comentando que este processo está sendo implantado em nossa cidade pela Companhia Águas de Joinville.
   Nestas atividades foi percebido o interesse das crianças em saber qual é a quantidade de água própria para o consumo e a surpresa  que tiveram quando viram que apenas 0,7% é a quantidade de água potável, ou seja, própria para o consumo.
   Outra proposta interessante foi o vídeo: “A Turma da Clarinha e o Ciclo da Água” que veio responder a questão feita na postagem anterior “De onde vem a água que tomamos”?  Este vídeo mostrou todo o processo de captação e tratamento da água até chegar nas torneiras, além de mostrar o processo que a água faz depois que sai pelo ralo da pia, indo para a estação de tratamento de esgoto, para após ser escoada para o rio novamente, as crianças ficaram felizes em saber que em nossa cidade já está sendo implantado este processo de tratamento de esgoto pela Companhia Águas de Joinville.
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário