terça-feira, 3 de março de 2015

Estimulação de Bebês: A importância dos Primeiro Tempos...

   As experiências iniciais da vida de um bebê com o mundo externo, percebido por seus sentidos – visão, audição, olfato, tato e paladar, determinam a estruturação de seu cérebro, capacitando-o a criar e modificar conexões e moldando assim a forma como aprenderão, pensarão e comportarão para o resto de suas vidas.... 
   Ao contrário do que muitos imaginam, a estimulação de bebês vai muito além de mordedores e chocalhos. É fundamental que, nos primeiros meses de vida, os bebês sejam estimulados com mecanismos de repetição, de imitação e da exploração sensorial. Isso se dá por meio de atividades que instigam a concentração, percepção e comunicação. Todas estas atividades servem para a estimulação do bebê... 














































    O bem estar dos bebês é fundamental para o seu desenvolvimento físico e mental, principalmente porque aproximadamente 50% do seu cérebro ocorrem nos seis primeiros meses de vida. E que 70 a 85% desse desenvolvimento acontece nos primeiros 12 meses. 
   A criança é sensível ao mundo em que vive e está predisposta a senti-lo, percebê-lo e organizá-lo buscando a construção das relações consigo mesma e com as demais pessoas. 

    “A criança é um casulo, apenas. E não há entomologista no universo que possa dizer, pelo aspecto exterior deste casulo, as cores do inseto que palpita lá dentro.” (Humberto Campos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário